Empregos no Concelho de Sintra

Há uns anos atrás decidi criar um grupo no Facebook, direccionado a pessoas que procuram emprego no concelho de Sintra, o grupo é o Empregos no Concelho de Sintra.

Não ganho absolutamente nada com isso, mas agrada-me a ideia de poder eventualmente ajudar uma pessoa ou outra a encontrar emprego.

Troquei a área de Gestão de Recursos Humanos pela área de IT há imensos anos, e embora não me arrependa e adore a minha profissão actual, nunca me desliguei totalmente, acompanhando ao longe alguns temas que me dizem muito, como a área de recrutamento e selecção, que gosto especialmente e da qual sou bastante crítico quando tropeço em aspectos com os quais não concordo, e que tanto esforço fiz no passado para ser diferente e deixar o meu cunho pessoal (positivo, espero eu) em quem se cruzou comigo.

Mas voltando ao grupo no Facebook, confesso que não me rouba grande tempo, aquilo está praticamente em auto gestão (e é assumidamente amador), mas chateia-me a quantidade de anúncios que tenho de eliminar constantemente, os comentários de oportunistas que querem vender os seus artigos de terceira categoria à força, e os minutos que de quando em vez tenho que gastar à procura de informação sobre uma empresa ou outra… (se existe mesmo, se o anúncio é real, se fica no concelho de Sintra, etc.).

Pois bem, na tentativa de manter o grupo com a tranquilidade que sempre teve, e anúncios com o mínimo de qualidade, interesse e sem vendas de gatos por lebre, hoje decidi actualizar as regras.

Curiosamente após publicar as mesmas, apercebi-me que coloco naquelas linhas muito do que é a minha forma de ver a área de recrutamento e selecção, pelo que decidi partilhar aqui no Apontamentos, convidando-vos a seguirem o grupo, se este fizer sentido para vocês e caso tenham interesse em conseguir emprego no concelho de Sintra.

Cá vai:

Regras – actualização e contextualização / explicação das mesmas

Sugiro a leitura integral deste texto para não estar aqui ao engano, dessa forma poupa o nosso tempo.

Este é um grupo diferente da maioria dos restantes grupos de procura de emprego, (não é melhor nem pior, mas é sem dúvida diferente), desde logo porque se restringe a dois pontos:

1) Anúncios de emprego exclusivamente para o Concelho de Sintra;
2) Anúncios de emprego para regimes de trabalho por conta de outrem.

Assim, estes dois pontos têm as seguintes consequências:

– Oportunidades de emprego situados em concelhos limítrofes, não serão publicados;

– Anúncios que não contenham dados passíveis de ser identificados como sendo vagas para o Concelho de Sintra, não serão publicados;

– Vagas que não sejam de contrato de trabalho por conta de outrem, como por exemplo: agentes imobiliários, condutores de transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica (TVDE), vendedores de conhecidas marcas de perfumes, maquilhagem e acessórios, bem como outros exemplos similares, não serão publicados;

Ganhos extra, contacte-me por MP, ganhe dinheiro online e similares, não serão publicados;

– Promoção de lojas e serviços, como por exemplo: faço pinturas, serviços de canalização, venha visitar-nos no cabeleireiro xpto, e muitos outros serviços similares, não serão publicados.

Qualquer um dos anúncios acima mencionados, merecem obviamente todo o meu respeito, mas não fazem parte do âmbito deste grupo, o objectivo é proporcionar a quem procura emprego no Concelho de Sintra, um espaço virtual onde encontra o que pretende sem ter de andar a pesquisar no meio de imensos outros anúncios que pura e simplesmente não lhe interessam e que podem ser encontrados com toda a facilidade noutros locais… atrevo-me a dizer que a facilidade é tanta que roça o conceito de spam, coisa que não é permitido neste espaço.

Claro que argumentos de que existem inúmeras pessoas a viver no Concelho de Sintra, e que trabalham em Lisboa, Oeiras, Mafra, Cascais, etc. são válidos, mas também é válido que existem outros grupos de emprego de qualidade onde podem ir procurar vagas nessas e outras áreas geográficas.

O objectivo deste cantinho não é alcançar um número elevado de publicações (o que se acontecer é bem vindo), mas sim, que os anúncios disponibilizados estejam totalmente de acordo com o título do grupo.

Para evitar comentários de spam, ou promoção de anúncios como os referidos acima, todas as publicações terão a partir de agora os comentários desactivados, assim não se esqueça de descrever de forma clara os meios de contacto disponíveis para os candidatos responderem (pode não o fazer e restringir o contacto dos candidatos ao envio de uma mensagem privada, mas convenhamos que salvo algumas excepções, isso não transmite uma grande imagem da organização que representa, certo?).

Continuarei a autorizar a publicação de anúncios de pessoas que procuram emprego, no entanto se o fizer, lembre-se de que está na Internet, tome cuidado com os dados pessoais que partilha no sentido de o(a) contactarem.

Algumas sugestões a quem coloca anúncios de emprego neste espaço:

Seja criativo (q.b) e não caia no copy & past.

Textos como: Vaga de emprego urgente não fazem com que os candidatos respondam mais rápido, pessoas que procuram emprego em principio já têm naturalmente urgência em o conseguir, assim, não passe a imagem de que a organização que representa está desesperada e aceita o(a) primeiro(a) candidato(a) que lhe aparecer.

O que mais existe em anúncios de emprego são: empresas líderes de mercado, em franco crescimento, equipas jovens e dinâmicas e uma série de outras descrições vazias de conteúdo.

Para quem não tem experiência ou formação / especialização em recrutamento e selecção, é até natural que o façam, e é para esses esta dica, mas para os restantes o que descrevi acima é especialmente grave, e confesso que por vezes me fazem sentir vergonha de ser formado em Gestão de Recursos Humanos e ter como colegas de formação algumas pessoas sem noção do ridículo, sem criatividade para escreverem um simples anúncio de emprego original, sem frases feitas, a descrever exactamente o perfil pretendido e/ou uma descrição de funções objectiva… tente, vai ver que não custa nada!

Não coloque anúncios direccionados para um só género. Para quem não sabe, fica a informação de que é ilegal colocar um anúncio de emprego direccionado exclusivamente para o género feminino ou masculino, e como tal, não será publicado.

Por favor não escreva anúncios com limitação de idade. Caso tenha esse preconceito ridículo, não o mencione e faça esse trabalho de casa durante a triagem das respostas recebidas.

O mesmo se aplica à média final de curso, certificado, ou do que seja.

Já agora, e no seguimento dos dois parágrafos anteriores, chamo a atenção de que a idade do candidato não lhe dá qualquer informação sobre a competência do mesmo no local de trabalho, mas indica claramente o tipo de estratégia ou posicionamento da empresa que coloca o anúncio (mais não digo, fica para pensarem sobre o tema).

De igual modo, a média final de determinada formação indica que aquela pessoa específica era muito boa a estudar, ou a fazer cábulas, mas não lhe fornece qualquer informação sobre o desempenho da mesma em contexto laboral, nem tão pouco lhe indica se o motivo para uma eventual média baixa estará ligado a um contexto de trabalho exigente ao mesmo tempo que estudava, ou de cuidador de pessoa com necessidades especiais, etc.

Pense sobre isso, e se o objectivo é ter menos trabalho na triagem das respostas, utilize outro método que não danifique a sua imagem ou a imagem da empresa que representa.

Anúncio cujo o email disponibilizado para contacto não contém um domínio personalizado, exemplo: xpto@gmail.com em lugar de xpto@nome_empresa.com demonstram uma elevada falta de profissionalismo ou fraude, para além de que, excepto em casos de micro empresas / empresas familiares sem personalização do email (facilmente verificável online), esses anúncios terão uma elevada probabilidade de não serem publicados neste grupo.

Não coloque o mesmo anúncio vezes sem conta… cá entre nós, explico-lhe que se o fizer está a passar uma imagem negativa da organização que representa, pois a ideia que transmite é a de que a função é tão má, ou tão mal paga que ninguém aceita, ou em alternativa, ninguém fica por muito tempo, o que também não transmite nada de bom.

Durante o processo de recrutamento, de todas as vezes que falar com o candidato (email, mensagem, telefone, entrevista presencial ou vídeo), lembre-se que não é só o candidato que está a ser avaliado, o recrutador e consequentemente a empresa que representa também estão a ser avaliados pelo candidato. Seja cordial e bom profissional.

Mas isso já é assunto para outro fórum que não este grupo.

Etc, etc. 😉

Excepções:

Posso eventualmente abrir excepções ao descrito acima e autorizar algum anúncio que não encaixe totalmente nas regras do grupo, por exemplo: vagas para voluntariado num projecto no Concelho de Sintra, anúncios de emprego para várias zonas do país (desde que Sintra seja uma delas), ou outro anúncio que se justifique e que será decidido caso a caso.

Eliminar anúncios:

Após preenchimento da vaga, seria simpático eliminarem o anúncio publicado, ou em alternativa enviarem mensagem a solicitar a eliminação.

Denúncias:

É literalmente impossível controlar a possibilidade de quem faz parte deste grupo ser contactado por mensagem privada com um conteúdo despropositado, nesses casos agradeço que me dirijam uma mensagem privada, colocando o print screen do ocorrido, para desta forma se analisar e agir em conformidade (desde bloquear utilizadores, até à denúncia junto das forças de segurança caso se justifique em algum caso grave).

Se por lapso eu permitir a publicação de um anúncio que considerem ofensivo, ou que falte à verdade, por favor informem-me por mensagem e após análise retiro-o de imediato.

Por fim e a título pessoal:

Não moro em Sintra há imenso tempo, mas mantenho um grande carinho no coração e interesse pela zona, espero sinceramente que este espaço se mantenha positivo, sem anúncios que vendam a banha da cobra, e que ajude bastantes pessoas a encontrar um trabalho honesto e compensador.

Agradeço desde já a compreensão de todos pelo tempo por vezes decorrido entre o momento em que submetem o anúncio e a sua publicação, (tento que nunca seja um período superior a 12 horas), mas nem sempre tenho disponibilidade imediata.

Este texto não foi escrito de acordo com o novo acordo ortográfico.